É com prazer que anuncio a possibilidade de integrar o facebook ao forum. Estamos sempre buscando formas de melhorar o site. Administração

    Shooters de guerra precisam ser mais realistas

    Compartilhe

    Fred
    Admin
    Admin

    Mensagens : 1842
    Data de inscrição : 09/10/2009
    Idade : 34
    Localização : Contagem - MG - Brasil

    Ficha do personagem
    RPG: 20

    Shooters de guerra precisam ser mais realistas

    Mensagem por Fred em Dom Dez 04, 2011 8:44 am


    Tomonobu Itagaki, criador de séries como Ninja Gaiden e Dead or Alive, disse acreditar que os shooters de guerra deviam ser mais realistas.

    Itagaki fez estas declarações em referência ao jogo que está desenvolvendo, Devil's Third, que é precisamente o seu primeiro shooter.

    Em entrevista com o Gamasutra, Itagaki admitiu que, "Talvez não possamos destruí-los com o nosso primeiro título, mas como já disse, sinto que podemos competir com eles na jogabilidade. Para além disso não tenho a certeza de que todos os produtores e desenhadores americanos percebam muito sobre coisas militares."

    Itagaki citou uma parte promocional de Modern Warfare 3 onde se podia ver um submarino russo em que eram mostradas as duas hélices da parte de trás a girar na mesma direção, algo que segundo as leis da física, isso não conseguiria impulsionar o submarino. Será apenas uma implicação ou uma reivindicação legitima? Para Itagaki parece ser algo de extrema importância.

    "Seria como se um avião voasse para trás, e surpreende-me como é que algo que não faz sentido passa despercebido a toda a gente. Dei este exemplo para referir que apesar de alguns estúdios estarem a fazer jogos de guerra durante algum tempo, isso não quer dizer que conheçam a tecnologia ou o armamento."

    O mesmo acontece com os tanques de guerra em Battlefield 3, que devido às limitações técnicas, não é completamente realista. Itakagi explica que quando um tanque dispara, vemos a explosão resultante à distância e só passados alguns segundos é que ouvimos o som da mesma, em vez de acontecer tudo ao mesmo tempo como no jogo.

    "Isso é a realidade, mas no mundo do entretenimento, dá-se mais ênfase em tornar as coisas mais fáceis de compreender. Eu mencionei que não dependo de outros jogos enquanto estou a fazer o meu, mas isso não quer dizer que eu não os jogue. No entanto se queres fazer algo inovador neste género, isso vai ter de ser feito através do realismo."

    "Não quero que me interpretem mal, eu fico entusiasmado em jogar Battlefield tanto nos consoles como no PC. Simplesmente quero que os jogadores percebam a diferença entre a realidade e o entretenimento."


    Obs: Vamos ver o que vai sair neste projeto, eu não estou esperando muito, pois na indústria dos jogos sempre é assim, um produtor acha defeito demais em outros jogos, falando que o dele será revolucionário, mas quando sai, poucas semanas ninguém quer saber do jogo.

    Fonte: eurogamer


    _________________________________________________________

    Canal de vídeos do forum

      Data/hora atual: Dom Dez 04, 2016 7:10 am